Reitor da Unimontes entre os debatedores do Plano Decenal da Educação, nesta sexta-feira.

    O reitor da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), professor Paulo César Gonçalves de Almeida, será um dos expositores do debate público sobre o Plano Decenal - Metas e Ações Estratégicas para a Educação de Minas Gerais -, que a Assembleia Legislativa realizará nesta sexta-feira (13), das 9 às 18 horas, em seu plenário, na Capital Mineira.

     

    Todas as atividades serão transmitidas ao vivo pela TV Assembléia, que pode ser acessada pelo portal eletrônico www.almg.gov.br, e sintonizada nos canais 36 (aberta) e 22 (a cabo) para a população de Montes Claros. A comunidade em geral poderá participar da transmissão com perguntas e sugestões através do telefone 0800 031 0888 ou pelo e-mail debate.educacao@almg.gov.br. O debate será reprisado nos dias 28 (8h30) e 29 (8 horas).

     

    IMPORTÂNCIA – O debate é considerado um dos principais eventos do setor educacional em Minas Gerais em 2009, uma vez que dará início à discussão de todos os aspectos da política educacional do Estado para os próximos 10 anos. As metas estão estabelecidas no Projeto de Lei 2.215/2008, do Plano Estadual de Educação de Minas Gerais.

     

    Organizado pela Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia e Informática da ALMG, com a participação de representantes de todas as instituições e órgãos do setor educacional de Minas Gerais, o encontro servirá, ainda, como preparação para Fórum Técnico do Plano Decenal de Educação do Estado: ”Desafios da Política Educacional”, que acontecerá entre os dias 13 a 15 de maio próximo.

     

    TEMAS - O professor Paulo César de Almeida será um dos expositores do primeiro ciclo de debates, às 9h30, no qual abordará temas como níveis, etapas e modalidades da educação infantil, ensinos fundamental, médio e superior (além do ensino de jovens e adultos, especial, tecnológica e de formação profissional). Também serão discutidas outras modalidades já desenvolvidas pela Unimontes em sua área de abrangência: Norte de Minas, Noroeste e Vales do Jequitinhonha, do Mucuri e Urucuia: indígena, do campo e a quilombola.