Fapesc repassa caminhonete e barco motorizado à Unoesc .

    Equipamentos serão utilizados por pesquisadores da Instituição que integram a Rede Guarani/Serra Geral

     

           Uma caminhonete Ford Ranger XL 4x4, modelo 2009, e um barco de alumínio de 4 metros, motor 8 hp, foram entregues à Unoesc, na última terça-feira (10), pela Fapesc, um dos financiadores do projeto Rede Guarani/Serra Geral. A caminhonete e o barco, além de outros equipamentos laboratoriais, servirão de suporte para o desenvolvimento de pesquisas pelos sete pesquisadores da Unoesc que participam da Rede.


           A Rede Guarani/Serra Geral é um projeto interinstitucional e interdisciplinar que congrega cientistas, pesquisadores, educadores ambientais, universidades, fundações, agências governamentais nacionais e entidades internacionais.


            Entre os demais financiadores estão o CNPq, a Agência Nacional de Águas (ANA) e a Caixa Econômica Federal. A Fundação José Arthur Boiteux (Funjab) é responsável pela gestão do projeto, que abrange os três estados do Sul do País. Em Santa Catarina, junto com a Unoesc, integram a Rede as seguintes instituições: Ufsc, Udesc, Uniplac, Epagri, Fundagro, SDS e CT-HIDRO, do Ministério da Ciência e Tecnologia.

          

           OBJETIVOS - “Produção de conhecimento compartilhado sobre a qualidade e gestão das águas superficiais e subterrâneas do Aquífero Guarani, socialização do conhecimento produzido, elaboração de políticas públicas para uso e conservação dos recursos hídricos, além de ações de preservação e educação ambiental são alguns dos objetivos”, explica o coordenador dos pesquisadores que participam da rede na Unoesc, professor Joviles Vitório Trevisol.

          

           Segundo ele, o projeto é dividido em cinco metas, cada qual com diferentes componentes. Cada componente representa um projeto de pesquisa específico, mas integrado aos demais, formando uma rede de pesquisas. Os dados levantados nos diferentes componentes e/ou metas, subsidiam os demais. Hidrogeologia e Recuperação Ambiental; Qualidade da Água; Políticas Públicas; Marco jurídico; Educação e Tecnologias Alternativas são as cinco metas. Um grupo de trabalho com representantes de diferentes instituições, formam a Meta 6, responsável pela coordenação geral.

         

           RECURSOS - Na primeira etapa do projeto, a Unoesc recebeu recursos no valor de aproximadamente R$ 882 mil, sendo R$ 605 mil referente a equipamentos e R$ 276 mil referente a custeio.

        

            Os pesquisadores da Instituição estão envolvidos nas seguintes pesquisas: Análise e monitoramento da qualidade de águas subterrâneas e superficiais na Bacia do Rio do Peixe; Caracterização da mata ciliar do Rio do Peixe, Herbário e Viveiro de Mudas Florestais; Projeto de recomposição de mata ciliar na Bacia do Rio do Peixe; Sistemas de Informações Geográficas aplicadas as Bacias Hidrográficas do Rio do Peixe, Cisterna de água e Biodigestor; Núcleo Estratégico de Educação Ambiental na Bacia Hidrográfica do Rio do Peixe.