Seminário Internacional Paulo Freire começa na terça com 800 inscritos.

            O educador brasileiro Paulo Freire, ex-professor titular da Faculdade de Educação (FE) da Unicamp, falecido em 1991, será mais uma vez lembrado em evento organizado na Universidade. Sua vida e obra estão no VII Seminário Internacional Paulo Freire que acontece na terça (24) e na quarta-feira (25), no Centro de Convenções da Universidade. Seus admiradores terão a oportunidade de interagir com professores de diferentes escolas e importantes nomes ligados ao ensino do país. Um dos principais objetivos do evento é disseminar as ideias de Paulo Freire. Até nesta sexta-feira (20), 800 participantes confirmaram suas presenças, inclusive da Argentina, Espanha e México. As inscrições poderão ser feitas no site do evento e até terça-feira no local do seminário.

            Na abertura, terça-feira, às 9 horas, estão previstas as participações de autoridades da Unicamp, do presidente do Instituto Paulo Freire, Moacir Gadotti; representando a Associação de Pedagogos de Cuba, Mariano Isla Guerra; do secretário municipal de Educação de Campinas, Graciliano Oliveira Neto; do diretor da Metrocamp, Eduardo José Pereira Coelho; e do coordenador da Biblioteca Popular Paulo Freire, Francisco Genezio de Mesquita, também coordenador-geral do Seminário.

            O diferencial do encontro é que a partir deste ano o evento alcançou um caráter internacional, conta Genezio, principalmente porque Paulo Freire era reconhecido não apenas no Brasil, graças à sua metodologia revolucionária para alfabetizar jovens e adultos em poucos dias.

            Ampla programação enfatiza o pensamento pedagógico e sociocultural de Paulo Freire na América Latina. A exibição da cantora cubana Rosa Campos, interpretando Estreno en Brasil de La Canción: Paulo Freire, e as apresentações do grupo musical Bateria Alcalina (de ritmos brasileiros) e do Traller de Música Infantil de La Tia Rosa, de Cuba, integrarão as atividades culturais do Seminário. Um momento interessante estará reservado para a sessão “Tribuna Paulo Freire”, às 10 horas do dia 24, quando os interessados terão a chance de testemunhar o seu contato com o educador. Mais informações através dos telefones 19-3289-4242 ou 8225-7912.