Unisul de Araranguá recebe visita de Uberlândia.

    Conhecer as instalações e as pesquisas desenvolvidas no Laboratório de Experimentação Remota (RExLab) da Unisul de Araranguá. Foi com esse objetivo que alunos e professores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) estiveram visitando o Campus da Unisul de Araranguá, nesta sexta-feira (17/04).

                Recentemente um projeto de pesquisa do RExLab, que tem como objetivo a utilização da experimentação remota como suporte a ambientes de ensino-aprendizagem na rede pública de ensino, foi escolhido pelo Fundo de Inovação Digital para América Latina e Caribe (FRIDA) como “case” na área de inovação em tecnologia educacional e isso despertou o interesse de docentes e discentes da UFU em conhecer o projeto “in-loco”.

     A comitiva de Uberlândia foi formada por alunos de graduação e pós-graduação (mestrado e doutorado) e professores do Curso de Licenciatura em Física, e liderada pelo professor Dr. Eduardo Koji Takahashi, que é referência na área de Física no país. Também participou da reunião de trabalho o professor Dr. João Bosco da Mota Alves, coordenador do Laboratório de Experimentação Remota da Ufsc (parceira da Unisul nesta área do conhecimento).

    Os assuntos abordados giraram em torno do desenvolvimento de projetos na área de experimentação remota, em parceria com as três instituições (Unisul – UFU – Ufsc). Segundo o coordenador do Laboratório de Experimentação Remota da Unisul em Araranguá, professor Dr. Juarez Bento da Silva, o fato de alguém com a qualificação do professor Takahashi terem selecionado 38 alunos de graduação e pós-graduação e ter viajado 28 horas de ônibus para conhecerem “in-loco” os experimentos e o laboratório, demonstra reconhecimento pelo trabalho realizado e os motiva a continuar nossa pesquisa desenvolvendo novos projetos e agora contando também com parceria com a UFU. “A parceria com a UFU soma-se a parcerias estabelecidas pelo RExLab com outras dez Instituições de Ensino Superior na América Latina e seis na Europa, formando uma rede de experimentação remota”, completa Juarez.