Integração profissional é destaque na abertura da Semana Unificada da Saúde na Unimontes.

    “Todo e qualquer sistema, principalmente na área da saúde, só será vitorioso se ocorrer a efetiva integração e harmonia entre os profissionais nele envolvidos e, dessa forma, deve ser incentivada ainda no ambiente acadêmico, como tem procurado fazer a Unimontes”. A afirmação foi feita pelo reitor, professor Paulo César Gonçalves de Almeida, durante a abertura da I Semana Unificada da Saúde, na tarde dessa segunda-feira (27).

     

    Esta é a primeira promoção do gênero no âmbito da Unimontes e, em sua programação, destaca a relação ensino-serviço na capacitação multiprofissional a partir do tema: “Fortalecendo a Interdisciplinaridade no SUS”. Em cinco eventos paralelos, estão sendo realizados minicursos, palestras e mesas redondas sobre a atenção básica, gestão e a integração das ações de pesquisa, ensino, extensão e de educação permanente em saúde. A programação termina nesta quinta-feira (30).

     

    A solenidade oficial de abertura contou, também, com as presenças do vice-reitor e superintendente do Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF), professor João dos Reis Canela; do deputado federal Saraiva Felipe (ministro da Saúde em 2005/2006), e dos diretores assistencial e administrativo do HUCF, Cássio André Souza Vieira e Joelina da Conceição Alves de Almeida, das professoras Claudiana Donato Bauman e Iza Manuela Aires Cotrim, coordenadoras do evento, além de professores, acadêmicos, servidores técnico-administrativos e outros convidados.

     

    Ainda sobre o pleno funcionamento do SUS, o professor Paulo César de Almeida destacou o trabalho desenvolvido no Hospital da Unimontes, responsável pelo atendimento genuinamente público e gratuito para a população do Norte de Minas e até mesmo do Sul da Bahia. Ele assinalou, também, que “sem harmonia, não há como conseguir êxito nas ações a serem desenvolvidas e, principalmente, não há como oferecer assistência humanizada e digna. E este tem sido o diferencial do nosso Hospital Universitário: todos são importantes e indispensáveis, não importando a função que exercem, pois o que conta é oferecer a melhor assistência aos pacientes e seus familiares”.

     

    PRIVILÉGIO - Por sua vez, o vice-reitor, professor João dos Reis Canela, enalteceu a oportunidade que os acadêmicos da Unimontes têm, ainda no ambiente da graduação, de discutir e praticar a integração das diferentes áreas da saúde. “Verdadeiramente este é um privilégio para a formação profissional”, acrescentou.

     

    Já o deputado Saraiva Felipe fez questão de ressaltar a cidade de Montes Claros como o berço do Sistema Único de Saúde (SUS). Ele também valorizou a realização do evento: “Esperamos que sejam realizados pelo País afora outros seminários como este, disseminando a idéia de que o serviço de saúde só funcionará em sua plenitude se houver a integração profissional”.

     

    Como parte da programação da I Semana Unificada da Saúde estão sendo realizadas a IV Mostra Científica de Enfermagem da Unimontes, a I Mostra da Liga Acadêmica Norte-mineira de Cirurgia da Unimontes, o I Fórum de Educação Física e Saúde, o III Seminário de Grupos de Trabalho de Humanização do Hospital Universitário Clemente de Faria e o III Seminário de Revisão de Protocolos Clínicos da Maternidade Maria Barbosa do HUCF.

     

    Participam das atividades os professores, coordenadores e acadêmicos dos cursos de graduação em Ciências Biológicas, Educação Física, Enfermagem, Medicina, Odontologia e Serviço Social e do mestrado em Ciências da Saúde, além das turmas da Escola Técnica de Saúde/Centro de Ensino Médio e Fundamental (CEMF) e servidores do Hospital Universitário. Por intermédio do Programa de Fortalecimento e Melhoria da Qualidade dos Hospitais do SUS/MG (Pro-Hosp) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), o Governo de Minas apóia a iniciativa.