Expectativa para o 1º SIMFAM na Unisul.

    Acadêmicos, professores e profissionais preparam-se para o Simpósio sobre Famílias. O objetivo de todos é um só: aperfeiçoar conhecimentos e trocar experiências. 

    Começa nessa quarta-feira (6/5) na Unisul de Tubarão o 1º SIMFAM – “Simpósio sobre Famílias”. A comissão organizadora aguarda um grande número de professores, profissionais e estudantes das áreas de serviço social, psicologia, pedagogia e direito. O congresso terá como pauta o estudo das políticas de atendimento às famílias na sociedade e consequentemente o comportamento delas no ambiente familiar.

     A Coordenadora do curso de Serviço Social, Elivete Cecília Andrade, uma das responsáveis pela organização do evento, explica que as palestras e os trabalhos apresentados trarão uma discussão sobre o modo de atendimento das entidades que prestam serviços a comunidade. O objetivo é fazer uma análise de como isso interfere no ambiente familiar. “É necessário saber se esses serviços estão sendo feitos da forma correta como a lei prevê. Precisamos fazer uma análise de como está acontecendo atualmente. Dessa forma podemos tirar algumas conclusões do comportamento familiar, ajudando na formação e orientação de outras famílias”, disse Elivete.

     A acadêmica do 8º semestre do curso de Serviço Social da Unisul, Rita de Cássia Rodrigues é participante e organizadora do Simfam. Para ela a oportunidade de conhecimento é o que mais importa. “Ao longo do curso, nós estudamos diversos núcleos de conhecimento. Família é um deles. É da família que saem os cidadãos, os estudantes, os profissionais. É necessário que haja uma compreensão das relações familiares. O Simfam é uma oportunidade para trocarmos experiências com profissionais de renome nacional. É muito legal essa preocupação da Unisul em trazer pessoas com uma grande bagagem cultural. Com certeza, os ensinamentos que vamos adquirir no simpósio vão nos ajudar na execução das tarefas diárias no mercado de trabalho”, disse Rita.

    Para a diretora dos Campi da Unisul de Tubarão e Araranguá, Milene Pacheco Kindermann, a discussão da temática “família” através do SIMFAM é muito importante, pois tratará de forma interdisciplinar a principal célula que constitui a nossa sociedade, especialmente trabalhando as situações problemas que são vivenciadas no  cotidiano. “Para a universidade é a oportunidade de discutir os conteúdos compatíveis com a temática de maneira extensiva, penetrando em políticas, programas e projetos de intervenção social”.

     Elivete espera que esse primeiro simpósio seja o inicio de novas possibilidades de discutir esse tema e, que isso, se transforme em desdobramentos em projetos de pesquisa, extensão e núcleos de estudo. “A ideia é reforçar essas frentes de estudo. Analisar e, quando necessário, mudar o atendimento familiar, refletindo em coisas positivas dentro das famílias”.

     A abertura do 1º SIMFAM é nessa quarta-feira, (6/5), a partir das 9h30min no Salão Nobre da Unisul. O evento segue até a quinta-feira (7/5). Mais informações na página do evento: http://www.unisul.br/content/site/hotsites/simfam/index.cfm