Governo investe R$ 23 milhões na UEG.

    O governador Alcides Rodrigues assinou na manhã de hoje, 27, em solenidade no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, duas ordens de serviço que totalizam R$ 23 milhões para investimentos na Universidade Estadual de Goiás. Do montante, aproximadamente R$ 17 milhões serão destinados a ampliação e adaptação das estruturas físicas das unidades universitárias de Santa Helena, Quirinópolis, Iporá, Goianésia, Campos Belos, São Luís de Montes Belos, Formosa, Anápolis, Crixás, Aparecida de Goiânia, Itumbiara, Itapuranga e Inhumas.

    Cerca de R$ 2,8 milhões serão destinados à aquisição de 60 veículos para a Universidade. Outros R$ 3,2 milhões, captados por meio de parceria com o governo federal, serão investidos na melhoria de laboratórios e na ampliação do acervo bibliográfico. Na ocasião, o governador afirmou que as ordens de serviço eram a manifestação "clara, firme e inequívoca" da prioridade que seu governo na área de ciência e tecnologia. "Estamos nos esforçando para tornar Goiás um Estado que produz conhecimento e tecnologia. Investir nessa área é, sem dúvida, o caminho do progresso", disse.

    Alcides citou ainda a proposta do governo de alterar os repasses constitucionais destinados à UEG, classificando o consenso entre governo e comunidade acadêmica em manter o índice de 2% da receita do Estado como a melhor alternativa para evitar prejuízos à instituição. "A UEG avançou muito, mas ainda é nova, tem várias demandas e dificuldades. Mas tenham certeza que vamos trabalhar muito para aperfeiçoá-la a cada dia", frisou o governador, prometendo também dar andamento à criação do plano de cargos e salários para os servidores técnico-administrativos da instituição. Após o discurso, em entrevista à imprensa, Alcides revelou que vai liberar ainda este ano recursos para a reforma do prédio da Escola Superior de Educação Física e Fisioterapia de Goiás (Eseffego).

    RESULTADOS

    Em seu discurso, o reitor Luiz Antônio Arantes agradeceu ao governador por estar cumprindo os repasses à UEG e citou levantamento feito pela área financeira que mostra que, até maio, o governo já empenhou e executou 47% do orçamento previsto para a Universidade este ano. "Tínhamos dívidas de mais de R$ 14 milhões que foram quitadas e permitiram à UEG o status de instituição adimplente, o que abriu caminho para recebermos mais recursos das esferas estadual e federal", explicou Luiz Arantes.

    Ao citar que o foco de sua gestão é em resultados, o reitor tomou como exemplo a decisão de não fazer festa para comemorar os dez anos da UEG, completados em abril. Optou por concentrar recursos e esforços no atendimento das demandas das unidades universitárias. "Temos muito o que comemorar por nossas conquistas, mas temos, sobretudo, uma longa jornada de trabalho pela frente para alcançarmos nosso objetivo de tornar a UEG uma referência nacional em ensino, pesquisa e extensão", enfatizou.

    Luiz Arantes pediu também ao governador que libere o concurso público para contratação de professores e servidores técnico-administrativos efetivos. "Essa medida vai garantir a permanência dos nossos quadros e, consequentemente, fortalecer a instituição", justificou. Adiantou que está buscando recursos junto ao governo federal para montar uma biblioteca digital e criar um sistema informatizado que disponibilize aos alunos acesso a toda sua vida na Universidade -informações como frequência e notas - por meio da internet e do próprio telefone celular. Encerrou agradecendo a todos servidores e parceiros da UEG pelo empenho em consolidá-la como referência e pólo de desenvolvimento de Goiás.

    O presidente da Associação Goiana dos Municípios (AGM), Abelardo Vaz, prefeito de Inhumas, também teceu elogios à UEG e à iniciativa do governo em investir na instituição. "Quem não vive a realidade dos municípios não tem noção da importância da UEG. Em Inhumas, graças a esta Universidade, todos os professores da rede pública hoje têm o ensino superior", disse Abelardo, que discursou em nome dos prefeitos presentes ao evento.

    Também participaram da solenidade os prefeitos Maguito Vilela, de Aparecida de Goiânia, e Antônio Gomide, de Anápolis; os secretários estaduais Jorcelino Braga (Fazenda), Joel Sant'Anna (Ciência e Tecnologia), Bráulio Morais (Detran), José Américo (Agetop), além dos deputados estaduais Álvaro Guimarães, Betinha Tejota, Isaura Lemos, Daniel Messac, Laudeni Lemes, Coronel Queiroz, Evandro Magal, Honor Cruvinel, Júlio da Retífica, Frei Valdair, Cilene Guimarães, Helio de Sousa e Valdir Bastos.