Delegação da ABRUEM visita Università degli studi di Pisa.

    Localizada na província de Toscana, a cidade de Pisa sedia uma das mais renomadas e tradicionais universidades da Itália, a Università degli Studi di Pisa. Considerada sede universitária, a instituição abriga cerca de 55 mil estudantes universitários numa população de 90 mil habitantes. Para conhecer este cenário no qual já formaram cientistas famosos, a exemplo de Galileu Galilei, o fundador da Ciência Moderna, os representantes da Associação  Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM) visitam a Universidade de Pisa neste primeiro de julho. O encontro dos professores brasileiros e italianos tem o objetivo estreitar as relações para possíveis acordos de cooperação entre os dois países.

              Fundada em 1343, a Universidade de Pisa, como todas as universidades da Europa, tem o sistema de ensino didático estruturado de acordo com o Tratado de Bologna, o que facilita em muito a Mobilidade Acadêmica entre as universidades européias. A universidade conta com 1900 funcionários e possui faculdades de Economia, Direito, Ciências Políticas, Língua e Literatura Estrangeira, Letras e Filosofia, Engenharias, Medicina e Odontologia, Medicina Veterinária, Ciências Exatas e Agrárias.

    O pró-reitor de Relações Internacionais, Enrico Giaccherini e o professor Roberto Sprande, futuro adido Cultural da Embaixada Italiana no Brasil que assume esta nova função no mês de novembro, em Brasília,  acompanhados dos pró-reitores e presidentes das faculdades da instituição receberam a comitiva da ABRUEM na Sala de Aula Magna da Reitoria da universidade italiana.

    Segundo o presidente da ABRUEM, reitor João Carlos Gomes, a Università di Piza, assim como as demais IES italianas, é uma universidade generalista, mas com algumas áreas de maior interesse no intercâmbio acadêmico com as universidades estrangeiras, como Agronomia, Física, Turismo, Informática, Historia das Artes, Engenharias, Língua e Literatura Portuguesa, Matemática e Ciências da Saúde. “Uma das metas da Università di Piza, além da Mobilidade Acadêmica, são os cursos de doutorados de dupla-diplomação, que podem, num primeiro momento, iniciar experiências com a Elaboração de Teses de Programas de Doutorados entre as universidades conveniadas, como Teses de Co-Tutela”, diz o presidente João Carlos Gomes.

    Durante a reunião, o presidente do Consórcio Italian Culture on the Net, professor Mirko Tavone, fez uma apresentação do Consórcio e disponibilizou o sistema às Ies afiliadas à ABRUEM. O sistema pode feito através de acordo em conformidade com os interesses e as exigências de cada instituição. A Italian Culture é um Consorcio Inter-Universitário, com sede principal na Universidade de Pisa. É formado por 21 universidades italianas, com o objetivo de promover o Estudo da Língua e da Cultura Italiana no mundo, através da Internet, usando a modalidade do e-learning. Esta rede tem 226 parceiros didáticos no mundo, sendo 19 no Brasil.

     

    O presidente João Calos Gomes apresentou o Sistema Universitário Estadual e Municipal Brasileiro e o pró-reitor Enrico Giaccherini  demonstrou grande interesse em estabelecer parcerias com as IES brasileiras, diante do potencial das universidades para a internacionalização de suas atividades acadêmicas.