Pesquisadores argentinos estão na UECE para ensinar técnicas de clonagem.


      

    Um dia dedicado aos estudos para aprender as técnicas de clonagem.  Assim está acontecendo, durante todo o dia de hoje (14/07), o workshop? Desenvolvimento das Técnicas de Clonagem e Transgênese em Pequenos e Grandes Ruminantes Criados na América do Sul? Para transmitir as técnicas de clonagem, sobretudo como ferramenta para multiplicar animais transgênicos, a Faculdade de Veterinária (FAVET) da Universidade Estadual do Ceará (UECE) convidou pesquisadores argentinos e chilenos, que vão permanecer, na UECE, durante uma semana para realização de experimentos.

     

    Segundo o professor e pesquisador Vicente Freitas, coordenador do evento, a FAVET, no ranking dos cursos de veterinária é o terceiro do país. Agora, a UECE está iniciando as atividades com clonagem, cujas técnicas e experimentos, deverão ser instalados, ainda este ano, no Laboratório de Fisiologia e Controle de Reprodução (LFCR).

     

    Os pesquisadores argentinos Daniel Salamone (Universidade de Buenos Aires), Alejandro Gibbons (INTA-Bariloche) e Frederico Pereyra-Bonnet (Universidade de Buenos Aires) mantêm uma forte parceria para a continuidade das pesquisas com clonagem e utilização da mesma em outras espécies animais, como caprinos, ovinos, suínos e eqüinos.

     

    O projeto das técnicas de clonagem foi aprovado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), através do edital MCT/CNPq/Prosul. A parceria entre UECE/FAVET e pesquisadores argentinos será importante, pois com o nascimento dos caprinos transgênicos na UECE, torna-se necessário a rápida multiplicação dos mesmos no intuito de formar um rebanho transgênico.